Guardando dinheiro
Voltar

Aprenda a criar um negócio sem dinheiro

Muitos empreendedores são apanhados pelo velho clichê de que você precisa de dinheiro para ganhar dinheiro. Graças ao paradigma da "startup enxuta", muito dessa "sabedoria convencional" foi virada de cabeça para baixo. Você pode iniciar um negócio viável com pouco ou nenhum dinheiro. Mesmo se você quiser abrir uma barraca de brigadeiro gourmet ou construir uma startup ambiciosa, existem maneiras de fazer seu negócio decolar com pouco ou nenhum dinheiro. Aqui estão quatro de nossas táticas favoritas

1- Invista seus lucros

David Osorio, o fundador da CrossFit South Brooklyn, decidiu que construiria seu negócio tijolo por tijolo, investindo seus próprios lucros:

"Quando eu quis começar o CFSBK, não parecia a abordagem mais inteligente para encontrar parceiros, fazer um grande empréstimo e alugar alguns imóveis ridiculamente superfaturados no Brooklyn para começar uma academia baseada em um conceito de treinamento de nicho que não já ouvimos falar ", escreve Osorio em um post em seu blog. "Todo o meu" plano financeiro "era simplesmente trabalhar com minhas melhores habilidades dentro dos recursos que eu tinha e nunca gastar um único dólar que já não tivesse disponível. Minha regra era que se eu não tivesse os fundos para obter algo que eu precisava, eu teria que trabalhar mais duro com o que eu tinha até que pudesse pagar".

2-Seja criativo com marketing barato

Orabrush é um ótimo exemplo de uma startup bootstrapped: um inventor idoso cria um dispositivo de raspagem de língua destinado a combater o mau hálito, mas não tem sorte em comercializá-lo, e então ele tenta fortemente comercializá-lo por meio de infomercial e direto no varejo e não tem sorte.

Em seguida, ele visita uma aula de marketing e expõe seu conceito. Enquanto a história do corajoso inventor passa pela cabeça da maioria dos alunos, uma pessoa na sala tem uma ideia: que tal se eles usassem o YouTube para divulgar o projeto peculiar?

O que se seguiu foi um vídeo que custou apenas 500 dólares, mas apresentou um porta-voz engraçado que ajudou a Orabrush a vender mais de um milhão de limpadores de língua para pessoas em mais de 40 países em dois anos.

A história da Orabrush é como um livro didático para superar as longas chances de ser notado como uma pequena empresa em um espaço lotado, a Internet. A empresa está constantemente criando novos conteúdos para divulgar sua oferta.

3- Crie um produto mínimo viável

Firat Parlak, o Diretor Empresarial da empresa de design e desenvolvimento Awesome, aconselha seus clientes em estágio inicial a trabalharem de forma enxuta e se concentrarem no desenvolvimento de um produto mínimo viável:

"Tínhamos um projeto de um cliente que entrou numa incubadora de empresas de tecnologia altamente prestigiosa e extremamente competitiva a TechStars. Embora o cliente tivesse uma longa lista de funcionalidades de produto que desejava incluir, durante a fase de UX / wireframing de planejamento do projeto, nós conduzimos o cliente para fazer um "produto mínimo viável" ou MVP que estava mais alinhado com o fornecimento de uma solução para os usuários. Então, com nossa colaboração e sugestão, ele foi capaz de apresentar um aplicativo para iPhone que era fácil de usar e entender e isso o ajudou a entrar no programa".

4- Encontre parceiros

A padaria Salt of the Earth faz uma linha incrivelmente deliciosa de produtos de panificação, incluindo sua oferta carro-chefe "The Cookie", bem como uma variedade de brownies pegajosos e outros doces escovados com um toque de sal artesanal de alta qualidade.

O cofundador Haskel Rabbani explica que o segredo do sucesso da empresa está em uma atitude ousada de sua esposa: "Ela foi até o Whole Foods um dia e perguntou se eles poderiam comercializar seu biscoito e eles disseram que sim".

Desde então, a crescente empresa de biscoitos obteve muitos comentários positivos na mídia como as revistas Elle e Serious Eats, especialmente porque a tendência "salgado e doce" domina o Pinterest e outros canais populares de mídia social. Mas, para Rabbani, a formulação do produto não visa perseguir tendências. “Nós apenas adicionamos o que precisamos para tornar o produto perfeito”, diz ele.

A lição para os empreendedores é clara: tente identificar potenciais parceiros antes de lançar. Se você estiver lançando um produto de alimentos para animais de estimação, por exemplo, com que tipo de local de varejo você gostaria de se alinhar? O mesmo se aplica às empresas de serviços. Existe alguma empresa que possa valorizar seu serviço como um complemento? As parcerias serão valiosas à medida que você tenta expandir seus negócios.

Seja o primeiro a saber!

Quer receber nossos posts? Deixe seu email abaixo e fique por dentro de tudo!

Navegue pelas categorias: empreendedorismo

Pronto para começar? Vamos fazer uma cotação!

Na Luna, simplificamos o processo de compra do seguro empresarial para que você tenha a cobertura que precisa, de forma rápida e fácil!

Continue Lendo